(21) 3415-9400      redetrauma@redetrauma.com.br    |   

Lordose: quando a nossa coluna se curva para dentro

A nossa coluna tem uma curvatura natural que é muito suave e que ajuda na sustentação da carga da cabeça e dos membros superiores, mantendo o equilíbrio. Quando a coluna se curva muito para dentro, causando um desequilíbrio vertebral, temos o que chamamos de lordose.

Ela pode surgir em qualquer idade, mas algumas condições contribuem para o seu desenvolvimento, como má postura, obesidade, espondilolistese (quando uma vértebra escorre sobre a outra), nanismo, cifose toráxica (curvatura excessiva da coluna para fora), entre outros motivos.

Como reconhecer a lordose? O sintoma visível mais comum é uma proeminência nas nádegas. Por causar pressão nos músculos das costas e sobre as articulações facetarias, a lordose comumente causa dor lombar. Em casos mais graves, com a curvatura muito acentuada, os movimentos podem ficar comprometidos.

A maioria dos casos são tratados com exercícios de fortalecimento e flexibilidade da coluna, podendo ou não serem prescritos analgésicos e/ou anti-inflamatórios. A intervenção cirúrgica é rara e costuma ser considerada apenas em casos muito graves.

Fonte: Medical Site

11 de Fevereiro de 2021